Friday, March 04, 2005

HORA AMARGA

Com um sorriso nos lábios
Com lágrimas nos olhos

Vi-te partir

Senti apertar meu peito
Perdi a razão da realidade

Desesperei

Senti raiva da vida
Vontade de gritar…

Levas na mala a saudade
Um pedaço de mim…

Posso tentar ser forte
Aparentar serenidade

Mas em mim ficou
A revolta pelo destino

Um olhar embaciado
Um enorme vazio.....
Pelos meus filhos sorrio
Pela tua ausencia choro
AMO-TE


..........

LIZ, MARÇO DE 2005

9 comments:

Artur said...

... sabes o que senti quando entrei para dentro e vi aquele vidro a separar-nos ???? era um vidro de 3 mm, mas já representava os 2000 km que nos separam...
Podia dizer agora escrever aqui o que sinto por ti ... mas acho que tu estás a setir, mesmo sem eu escrever
BEIJÃO

Karol said...

Olá Liz...
Despedidas são sempre tristes...
Me parte o coração, ainda mais depois de ler o coment do Artur...
Espero que o tempo voe e que logo voces estejam juntinhos, de corpo e coração novamente...
Bjinhos, bom domingo =)

Anonymous said...

Pelo que eu pude ler no teu blog, tu não só amas o teu companheiro como o adoras.se ambos os sentimentos são apaixonantes(pelo seu comentário)porque essa distancia?
O amor lindo assim jamais deverá deixar de ser vivido juntos :)

beijinhos

Micas said...

Não é justo voçês estarem separados, ainda que só uma separação fisica. Não é justo! Beijinho grande Liz

AS said...

Vim deixar-te aqui o meu abraço...

Nilson Barcelli said...

O teu poema é magnífico, mas revela a dor da separação.
Já pensaram em ficar juntos? Não dá?

Beijinho

R said...

Obrigado a todos por estas palavras de carinho, pois estes dias são os mais dífíceis de minha vida...
Um grande beijo para todos vocês :)

LIZ

Pecola said...

espero que não seja inspirado na realidade..

Pecola said...

:| erm.. if you gotta live, live with a smile..